Metodologia

O Programa Geral intitulado: “Educando com a Vida Rumo a Cidadania”, aproxima-se da visão de saúde e habilidades, distanciando-se da visão de doença e de incapacidade. A metodologia fundamentada no modelo do Centro Ann Sullivan do Peru (LeBlanc, 1990) utiliza o Currículo Funcional Natural (CFN) acrescentado de procedimentos e protocolos desenvolvidos no Brasil no programa de pós-graduação da Universidade Federal de São Carlos-SP para: Avaliar e Monitorar Interesses e Desempenho, Comunicação Alternativa e Inserção no Mercado de Trabalho de pessoas com deficiência intelectual e transtorno do espectro do autismo.

O CFN consiste em ensinar conceitos e habilidades úteis e necessárias à autonomia do usuário, que possam ser úteis no momento e continuar sendo úteis ao longo da vida em diversos ambientes e com diferentes pessoas. A abordagem é fundamentada no respeito à pessoa, na observação da eficiência para ampliar possibilidades de inclusão social.

Procedimento

A avaliação assim como a intervenção é individualizada. Por meio de atividades naturais e contextualizadas, usando materiais do cotidiano do usuários é possível avaliar interesses e competências nas diversas áreas do desenvolvimento e do conhecimento, ponto de partida para elaboração das Metas – Objetivos e conceitos úteis e necessários à vida do usuário

As metas estabelecidas devem contemplar as necessidades da convivência familiar e cultural de cada usuário. Nesse aspecto serão organizadas no currículo individualizado as habilidades necessárias e compatíveis com a idade cronológica, no desenvolvimento da autonomia, vida diária, vida prática, comunicação social, comportamento, aptidão e talento e habilidades acadêmicas funcionais.

Nesse sentido a área pedagógica apoia-se nos estudos de Vygotsky para exercer uma pratica em que as aprendizagens são construídas com o Outro, no meio sócio cultural e afetivo que circunda a pessoa que aprende e que para tanto a linguagem desempenha fator fundamental.

Na intervenção, a aprendizagem de conceitos ocorre em atividades contextualizadas, no ambiente real, com materiais do cotidiano e adequadas à idade cronológica do usuário.

Cada atividade deve estar estruturada com acessibilidade, sendo referenciais: a Comunicação alternativa e ampliada, incluso PECS-Adaptado adaptado ao CFN (WALTER, 2000); Análise da função do comportamento sob a visão humanista comportamental e o monitoramento é realizado individualmente (CUCCOVIA, 2003), sendo os resultados alcançados pelo indivíduo em relação a si próprio.

Atividades


Odontologia

Atendimento odontológico preventivo e de reabilitação, incluídas as doenças que apresentam fatores de risco evitáveis, ligados ao modo de vida, doenças sistêmicas e infectocontagiosas. Nas ações:Sorriso para Todos; Canal sem dor; Sorriso Bonito; Implante seu Sorriso; Cirurgia Bucal; Periodontia e a “Ação Um Sorriso Itinerante” são desenvolvidas as diversas especialidades.


Área social e psiquiátrica

Acolhimento, avaliação e orientação à comunidade.


Cuido do meu Corpo

Atividades de vida diária quanto ao asseio e higiene pessoal.


Cuido da Minha Casa

Tarefas do cotidiano, no cuidar do ambiente para valorização da participação parcial e melhor convivência familiar.


Habilidades Acadêmicas Funcionais

Conceitos acadêmicos aplicados em atividades de vida prática.


Arte e Cidadania

Respeito à criatividade, e ao talento individual por meio de práticas artísticas e culturais.


Aprender Fazendo

Atividades realizadas na comunidade que permitem a convivência e a generalização das habilidades e conceitos aprendidos.


Cidadania em Cena

Atividade Interface Fisioterapia, Fonoaudiologia, Dança e Expressão. A Coreografia é baseada em interesses dos usuários e habilidades adquiridas durante o programa de intervenção interdisciplinar.


Comunicação Alternativa e Ampliada (CAA)

Ação que permeia todas as atividades é fundamental na expressão dos sentimentos, desejos e diálogo.


Comunicare

Aplicabilidade de programas CAA, com a utilização de recursos de tecnologia assistiva para estabelecer um canal de comunicação funcional e eficaz para a convivência em diferentes contextos.


Alimento Saudável

Atividade da horta/pomar: Participar do plantio, da colheita e do cuidar para ampliação do repertório para comer verduras, legumes e frutas.


Um motivo para caminhar

Interface fonoaudiologia e dança, ampliando funcionalidade para melhor deambulação, força muscular e desenvolver talentos.


Escolho meu Alimento

Ação interface fonoaudiologia e nutrição com vistas a ampliar o repertório alimentar e uma alimentação mais saudável.


Minhas habilidades Sociais

Serviço de acompanhamento psicológico para desenvolvimento das habilidades sociais e adequação do comportamento do usuário à sua idade cronológica.


Serviço de Orientação à Rede de Ensino

Atendimento educacional especializado complementar com supervisão aos usuários, apoio aos profissionais das escolas e visitas ao Centro pelos professores.


Inserção no Mercado de Trabalho

Contatos com empresas, para inserção da pessoa com deficiência no Mercado de trabalho.


Projeto Pais e Filhos

Ampliar a relação afetiva mãe e filho no trabalhar juntos e na valorização do potencial da pessoa com deficiência.


Escola de Família

Fortalecer vínculos e laços de compromisso com os programas, monitoramento da evolução do usuário, além de cursos e palestras.


Visita Domiciliar

Ampliar as condições de conhecimento do cotidiano, do ambiente familiar, cultural e comunitário de cada família.


Cursos e capacitação

Na Abordagem Funcional Natural e na área odontológica desenvolvida no Centro Ann Sullivan do Brasil Ribeirão Preto